A Uefa anunciou nesta segunda-feira que aplicou uma multa de 60 mil euros (cerca de R$ 265 mil) ao Colonia por conta dos danos causados pela sua torcida ao Emirates Stadium, do Arsenal. As duas equipes se enfrentaram no local no mês passado, em jogo válido pela fase de grupos da Liga Europa.

O time alemão foi multado após ser denunciado por distúrbios da torcida, lançamento de fogos de artifício no estádio, arremesso de objetos em campo e atos de vandalismo. O tumulto acabou causando adiamento de uma hora no início daquela partida, disputada no dia 14 de setembro.

Milhares de torcedores alemães tomaram as ruas de Londres a poucas horas do início daquele jogo. A grande maioria não tinha ingressos. Concentrados diante do Emirates Stadium, atrapalharam a entrada dos fãs que tinham tíquetes, o que obrigou a organização a adiar o início do confronto.

A Uefa puniu o clube com a proibição de vender ingressos para o seu próximo jogo fora de casa na competição, mas deixou a sanção em condição probatória, num período de dois anos. Ou seja, só será aplicada se o clube incorrer em novas punições. No mesmo anúncio, a entidade anunciou que não aplicará penas ao Arsenal, que também havia sido denunciado.

Em outras punições anunciadas nesta segunda, a Uefa puniu o Skenderbeu, da Albânia, e o Braga, de Portugal, por atos racistas de suas torcidas. O primeiro foi punido com a obrigação de jogar sem torcida contra o Dínamo de Kiev, no dia 23 de novembro. Também foi multado em 60 mil euros.

O Braga, por sua vez, terá que jogar o duelo contra o Hoffenheim com parte de suas arquibancadas fechada. Este trecho deverá exibir uma faixa com mensagem em favor de diversidade na partida marcada também para o dia 23 de novembro.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here